Escolha uma Página

A embreagem contribui para que o veículo se movimente sem solavancos, permitindo a arrancada e a mudança de velocidade. A maioria dos problemas nesta peça são gerados pelo mau uso do motorista. Portanto, fazer um bom uso da embreagem pode aumentar e muito a sua vida útil. Boas práticas incluem o uso da embreagem somente no momento da troca de marchas, não ultrapassar a carga recomendada para o veículo, não utilizar a embreagem como freio em rampas e ladeiras, não alterar a velocidade ou acionar a embreagem bruscamente.

1. Utilize o pedal da embreagem somente no momento da troca de marcha. Quando o motorista descansa o pé sobre o pedal, provoca um aquecimento excessivo do sistema e um desgaste prematuro dos componentes.
2. Nunca segure o veículo numa rampa utilizando a embreagem como freio. Esse hábito causa um desgaste excessivo de disco. Nestas situações, utilize sempre o freio do veículo.
3. Evite sempre ultrapassar a capacidade de carga especificada pelo fabricante do veículo, porque afetará o funcionamento da embreagem e diminuirá a vida útil da mesma.
4. Evite sempre acionar e desacionar bruscamente a embreagem para aumentar o torque ou alterar a rotação do motor quando se encontrar em uma velocidade compatível.
5. Nunca inicie bruscamente a marcha, evitando arrancadas.
6. Nunca saia com o veículo em segunda marcha.
7. Evite reduções bruscas de velocidade, freando ou desacelerando subitamente o motor.

Possíveis problemas:
• trepidação no pedal;
• dificuldade de engatar as marchas;
• embreagem patinando;
• embreagem queimada;
• embreagem desregulada;
• ocorrência de ruídos no acionamento do pedal até o fim do curso;
• embreagem “pesada”;
• vazamentos nos cilindros da embreagem hidráulica.

Observação:
A quebra de qualquer peça do sistema de embreagem poderá fazer parar o veículo.