Escolha uma Página

Podendo ser mecânico ou automático, o câmbio, que é responsável por transmitir força para o veículo, pode gerar diversos problemas caso não receba o cuidado e a atenção necessária. Alguns dos cuidados mais comuns para não prejudicar o funcionamento do câmbio são não empurrar o veículo com a marcha engatada e, sempre que estacionar o veículo e desligá-lo, puxar o freio de mão e engatar a primeira marcha.

Possíveis problemas do câmbio mecânico:
• dificuldade em engatar as marchas;
• marcha escapando;
• resistência ao engatar as marchas;
• ocorrência de ruídos;
• apresentação de vazamentos.

Possíveis problemas do câmbio automático:
• a marcha não desengata;
• a luz de emergência acende;
• o veículo não arranca;
• ocorrência de solavancos quando se engata a marcha com o veículo parado;
• o desempenho fica prejudicado;
• entrada de óleo de câmbio no sistema de arrefecimento pelo trocador de calor;

No caso do câmbio automático deve-se observar o seguinte:
• fazer a troca de óleo quando necessário;
• não empurrar o veículo engatado na opção “P”;
• quando rebocar “trailler” ou carreta não dirigir na opção “D”;
• em declives não soltar o veículo em ponto morto, ou seja na opção “N;
• ao estacionar o veículo e desligá-lo, deixe-o engatado com a alavanca de marcha na opção “P” e o freio de mão acionado. Nas outras opções, o câmbio se encontra desengatado.

Observações:
• mantenha a partida do veículo sempre em ordem em emergências, não tem como dar tranco;
• nunca arraste um veículo com câmbio automático. Guinche-o.

WhatsApp chat